amazon |

Whaaat? Amazon com loja física?

Sim, a Amazon abriu uma loja física, e você pode se inspirar nessa estratégia para alavancar o seu e-commerce. Entenda: Eu, você e o resto do mundo sabemos que a Amazon é uma

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Sim, a Amazon abriu uma loja física, e você pode se inspirar nessa estratégia para alavancar o seu e-commerce. Entenda:

Eu, você e o resto do mundo sabemos que a Amazon é uma das grandes gigantes quando o assunto é e-commerce. Muita loja virtual, inclusive, se inspira nela na hora de criar as suas estratégias. Aí, do nada, ela decide ir contra a corrente e abre uma loja física. Muito estranho, né?

Pois bem… Isso poderia até soar errado, mas estamos falando da Amazon, meu chapa. Essa estratégia foi muito bem pensada e pode até inspirar uma ação parecida na sua loja virtual. Vamos contextualizar:

A Purdue University, instituição que fica em Indiana, nos Estados Unidos, recebeu a primeira loja física da Amazon. Por lá, alunos podem fazer os pedidos dos livros que fazem parte do currículo da universidade. Esse, segundo a empresa, é apenas o primeiro de muitos endereços físicos que a loja terá em outras instituições de ensino.

O objetivo principal da Amazon abrir uma loja física é chegar nos consumidores que ainda não fazem compras virtuais com tanta frequência. Dessa maneira, a empresa se torna conhecida e confiável entre esse público, que futuramente não vai pensar duas vezes na hora de escolher o e-commerce ideal para as compras pela internet.

E como eu posso levar essa ideia da loja física da Amazon para o meu e-commerce?

A resposta pra essa pergunta é simples! Você pode fazer como a Amazon e vender temporariamente em locais onde o seu público-alvo frequenta! Dessa maneira, vai apresentar a sua marca para as pessoas que ainda não a conhecem, e que no futuro podem se tornar compradores fiéis do seu e-commerce.

Neste texto aqui, falamos sobre as pop-up stores (também conhecidas como lojas temporárias) e trouxemos sete sugestões para quem quer se aventurar nessa ideia. Você pode aproveitar que ainda estamos em setembro e começar a desenhar uma estratégia para atingir o seu público-alvo nas festas de final de ano. Que tal, hein?!

Fonte: (1)