tendência para varejo 2016 |

Tendências que vão influenciar o varejo em 2016

Não deixe de botá-las em prática no seu e-commerce! A Dexi, consultoria de marketing de varejo, apresentou nos últimos dias um relatórios com as principais tendências que irão influenciar o varejo no Brasil

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Não deixe de botá-las em prática no seu e-commerce!

A Dexi, consultoria de marketing de varejo, apresentou nos últimos dias um relatórios com as principais tendências que irão influenciar o varejo no Brasil em 2016. Por quatro meses, eles estudaram e identificaram quais são as mudanças nos hábitos dos consumidores e quais são as suas preferências de consumo.

Confira quais foram os dados apresentados (e não deixe de botar em prática no seu e-commerce).

1- E-commerce

2016 é definitivamente o ano em que as lojas que ainda não tinham versões online vão dedicar tempo para abrir um e-commerce. É neste ano também que as grandes varejistas brasileiras vão se dedicar ainda mais para fazer com que as suas lojas digitais fiquem cada vez melhores e  completas.

2- Produtos de beleza, saúde e bem-estar

A preocupação com a beleza sempre existiu, mas a partir de 2016 vai ficar ainda mais forte no varejo digital. Anote aí: muita marca de beleza e bem-estar masculina e feminina vai pipocar na internet.

3- Comprar através do smartphone

Já faz muito tempo que nós falamos por aqui que o smartphone é O canal de vendas. Se antigamente as pessoas ficavam inseguras ou não curtiam a ideia de fazer comprar através dos dispositivos móveis, hoje isso está cada vez mais comum. A sua loja virtual está preparada para isso? Se a resposta for não, hora de rever a sua estratégia (caso você use minestore, pode respirar aliviado. Nós já pensamos nisso pra você!)

4- Usar o dado dos clientes para oferecer uma experiência de compra melhor

Uma coisa é fato: você deixa uma série de rastros cada vez que entra na internet. Você ficaria assustado se soubesse a quantidade de programas e ferramentas que os varejistas usam para saber informações a seu respeito. Elas sabem de onde você é, qual é a sua idade, do que você gosta, os sites que acessa…
Parece coisa do mal, mas quando usada corretamente essa estratégia pode trazer uma série de vantagens, tanto para o varejista quando para o consumidor final (e é por isso que será usada pra caramba em 2016).

5- Experiência de compra para o cliente

Tanto os varejistas das lojas físicas como o das online estão fazendo de tudo para melhorar a experiência do consumidor ao máximo. Nos e-commerces, eles estão fazendo o possível para deixar o processo de compra mais fácil e intuitivo. Já nas lojas físicas, criam sensações e ambientes interativos para os clientes. Isso até ganhou um nome: Customer experience (CX).

6- Mercados de nicho

A estratégia de oferecer uma série de produtos de diferentes segmentos está sendo deixada de lado pelos donos de pequenos e médios negócios Agora, a tendência é focar em um nicho específico e atingir exatamente o público que precisa desse produto ou serviço.

Fonte: (1)