bola de cristal |

Previsões de crescimento para o e-commerce em 2014

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Depois de arrecadar quase R$29 bi em 2013,

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Depois de arrecadar quase R$29 bi em 2013, lojas virtuais devem movimentar 20% a mais!"]">Depois de arrecadar quase R$29 bi em 2013, lojas virtuais devem movimentar 20% a mais!

Em 2013, o crescimento do e-commerce no Brasil foi surpreendente até para quem era otimista inveterado; faturou R$28,8 bilhões, um crescimento de 28% em relação a 2012 (olha que números cabalísticos! coincidência?). Esse crescimento foi possível principalmente devido ao mobile commerce (que promete continuar a toda nesse ano) e à Black Friday. Falamos disso aqui, inclusive.

As previsões para 2014 (que, contudo, não são da Mãe Dináh) continuam otimistas, anote aí: o comércio eletrônico no Brasil deve crescer 20% a mais que em 2013, com faturamento próximo a R$35 bilhões. Tudo isso por causa, provavelmente, da Copa do Mundo, feriados prolongados, eleição, economia, o cosmos etc. “Moda & Acessórios” tende a continuar crescendo e estar entre os mais vendidos, e além disso é possível que cresçam as vendas de TVs e artigos esportivos (por causa, também, da Copa). E, claro, nenhuma dessas previsões está considerando o seu primeiro milhão, conquistado após abrir uma loja virtual com a minestore (essa previsão é nossa, e tão confiável quanto a da Mãe Dináh!).

Fonte: http://bit.ly/1ePUZDK