abandono de carrinho |

Por que os clientes abandonam o carrinho cheio nas lojas virtuais?

De acordo com pesquisa do SEBRAE, a taxa média de conversão no e-commerce brasileiro é de apenas 1,5% Pode confessar, pois aqui ninguém vai te julgar por causa disso: você certamente já

Keslen Deléo

Keslen Deléo

De acordo com pesquisa do SEBRAE, a taxa média de conversão no e-commerce brasileiro é de apenas 1,5%

Pode confessar, pois aqui ninguém vai te julgar por causa disso: você certamente já colocou algum item no carrinho de uma loja virtual e desistiu da compra, né? Pois então… essa prática é pra lá de normal.

Mas quais são exatamente os fatores que fazem com que as pessoas abandonem as suas compras pela metade? Para analisar esse mistério, o portal de notícias Terra conversou com o Pedro Guasti, co-fundador da E-bit e VP de Relações Institucionais do Buscapé Company. O especialista elencou alguns motivos para essa atitude, que nós detalhamos a seguir.

4 erros que ajudam no abandono de carrinho nas lojas virtuais

1- Sites que pedem muitos dados de cadastro

Alguns e-commerces ou meios de pagamento fazem muitas perguntas no momento em que o consumidor está para fechar a compra. Imagine a cena: o cliente está meio em dúvida se realmente quer um produto, mas decide que vai comprá-lo. Enquanto está fazendo o processo de pagamento, se depara com um questionário gigante, ou então com alguma pergunta que não consegue responder na hora. A sua reação natural é deixar essa compra pra lá (e até encarar isso como um sinal divino de que esse não era o momento para gastar dinheiro, para os que são mais supersticiosos).

Como evitar o abandono de carrinho nesta situação: escolha meios de pagamento que façam apenas as perguntas realmente necessárias!

2- Informações confusas sobre prazos de entrega e política de devolução

Falta de informação também pode ser um fator que interfere na decisão de compra do consumidor. Novamente, imagine a cena: o comprador vai adicionando no carrinho os produtos que pretende adquirir. Depois, decide dar mais uma olhadinha rápida na sua lista, só pra conferir se está tudo ok. Neste momento, vê que a descrição está meio confusa, ou então que o prazo de entrega não está claro. Para não correr o risco de comprar gato por lebre, desiste!

Como fazer com que o cliente não abandone o carrinho neste momento: procure ser o mais claro possível em todas as suas descrições. Coloque-se no lugar do consumidor e responda todas as dúvidas que podem surgir. Dá preguiça caprichar nas descrições e ser tão meticuloso? Dá, mas você quer vender, então o esforço vale a pena!

3- Aplicabilidade do e-commerce em dispositivos móveis

Em 35% dos casos o tráfego das lojas virtuais vêm por meio dos celulares e tablets. Se por acaso a usabilidade nesses dispositivos não for legal, certamente o seu cliente vai deixar a compra pra depois, ou até mesmo desistir.

Como garantir a conversão no seu e-commerce neste caso: procure usar plataformas de e-commerce que sejam responsivas (como por exemplo a minestore!). Isso vai aumentar consideravelmente a chance de o seu cliente adquirir o produto.

4- Preguiça, arrependimento ou então mudança de planos

Pode ser que no meio de todo esse processo o seu cliente simplesmente desista de fazer a compra, por lembrar que está sem grana, ter outras prioridades, ou até mesmo estar com preguicinha.

Como fazer com que, eventualmente, o cliente retorne: faça campanhas de remarketing e produza conteúdos legais nos seus canais de comunicação. Dessa maneira, é muito provável que o consumidor de uma passada novamente na sua loja para finalizar a compra, ou então conferir as novidades.

Fonte: (1)