AdWords |

Por que (e como) anunciar no Google Ads

Como anunciar nos resultados de buscas e direcionar mais tráfego à sua loja virtual Lá nos distantes anos 2000 (já se foram 15 anos, dá pra acreditar?), era necessário ouvir aquele barulhinho de

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Como anunciar nos resultados de buscas e direcionar mais tráfego à sua loja virtual

Lá nos distantes anos 2000 (já se foram 15 anos, dá pra acreditar?), era necessário ouvir aquele barulhinho de conexão discada para acessar a Internet e poder procurar fotos do Leonardo di Caprio – no Google, claro. De lá para cá, a Internet mudou muito e revolucionou tanto a vida de todo mundo que olha você aí, ganhando dinheiro ao vender numa loja virtual (o que, provavelmente, nem Leo di Caprio imaginaria lá em 1999). A única coisa que não mudou muito nesse tempo todo foi que continuamos acessando o Google para buscar qualquer coisa. Inclusive o sentido da vida.

Ao juntar 1. que as pessoas fazem buscas no Google o tempo todo e 2. que o objetivo do Google é entregar entre os resultados dessa busca exatamente aquilo que as pessoas estão procurando, surgiu o Google Ads, que é um jeito de eles fazerem um dinheirinho e as empresas aparecerem lá onde as pessoas estão procurando coisas. Em pouco tempo, essa tornou-se uma das soluções de marketing digital mais rentáveis da web – tanto para os gênios do Vale do Silício quanto para quem anuncia. Isso porque tem uma capacidade de direcionamento tão grande que consegue um resultado incrível colocando o anúncio certo na tela da pessoa certa (ou você achou que era coincidência aquele anúncio de pacotes turísticos para Salvador logo depois de você pesquisar “Como fazer acarajé”?).

Esse sistema de anúncios coloca links patrocinados em (quase) todas as páginas de resultados de busca do Google. Assim, os primeiros resultados – aqueles que chamam mais atenção do usuário – são os patrocinados, e ficam acima dos resultados da busca orgânica. Isso significa que, por mais que sua loja virtual apareça entre os dez primeiros resultados orgânicos de alguma busca (o que já demanda tempo e esforço), ela ainda vai competir pelo clique do usuário com várias outras lojas virtuais que pagaram para aparecer no Ads. Por isso, principalmente quando você está começando uma loja virtual e quer investir em divulgação, anunciar no Google pode trazer ótimos resultados direcionando um monte de gente para a sua loja virtual.

Por que anunciar no Google Ads?

Mais do que atrair visitantes para a sua loja virtual, o lado bom de anunciar no Google é que você alcança as pessoas que estão procurando exatamente o que você tem para vender – ou seja, tem bem mais chances de conseguir cliques de pessoas que, mais do que só visitarem sua loja virtual, vão acabar comprando alguma coisinha. Como é possível atingir essas pessoas nos locais que você preferir (e nos períodos em que achar melhor), fica mais fácil medir e verificar que tipo de abordagem funciona melhor para vender seu peixe. Por não ter um contrato seríssimo, também é mais tranquilo para começar: dá pra escolher um orçamento mais baixo (e pagar com boleto ou cartão de crédito) e estipular quanto quer gastar. Como você só paga quando alguém clica, também consegue garantir um retorno (ou calcular, dentre os cliques, quantos resultaram em vendas). Tudo isso ajuda bastante uma loja virtual que está começando a construir uma presença virtual bacana.

Como funciona/como anunciar

Poderíamos gastar o latim aqui para explicar o que é e como funciona a ferramenta de publicidade do Google e, ainda assim, esse vídeo seria bem mais explicativo. Então, lá vai:

Para começar a anunciar, depois de criar uma conta no Ads (o que é possível fazer depois de clicar aqui), é preciso seguir uma ordem em que estão criar uma campanhacriar um grupo de anúncioscriar um anúncio.

As campanhas ajudam a organizar os grupos de anúncios. Portanto, é bom ordenar tudo desde o início para não se perder nos dias em que houver 15 anúncios rodando ao mesmo tempo (e, de qualquer maneira, os clientes não veem os nomes das campanhas). Para criar as campanhas, você escolhe nome, tipo da campanha – rede de busca ou de display –, dispositivos (é possível fazer campanhas veiculadas em smartphones, o que permite aos clientes ligarem diretamente para você, por exemplo), locais e idiomas, lances, orçamentos e extensões (colocando links especiais, números de telefone ou reviews de clientes). Além disso, você pode programar períodos e horários em que os links patrocinados serão exibidos, o que é uma ferramenta muito boa para refinar os anúncios e aumentar ainda mais o ROI da campanha.

Depois de configurar uma campanha, você deve criar um grupo de anúncios. É possível colocar vários grupos de anúncios dentro da campanha, mas pode começar bem simples com um de cada para ver como a coisa toda funciona. Nos grupos de anúncios, você determina as palavras-chave que vai utilizar (para, depois, agrupá-las com os anúncios mais relevantes para cada uma). Para criar os anúncios que integrarão o grupo de cada campanha, basta selecionar um meio entre a rede de busca, quando alguém pesquisa pela palavra-chave escolhida ou a rede de display, quando sua imagem aparece em sites como o Youtube e outros parceiros do Google, selecionar os termos-chave que deseja e estipula um orçamento para colocar o anúncio no ar.

Parece que está tudo pronto, mas calmaí: nesse momento, é preciso revisar e refinar o quanto for possível o seu anúncio para que ele ganhe relevância, já que estará competindo com diversos outros anúncios pela mesma palavra-chave (e, infelizmente, não há espaço para todo mundo). Isso também dá origem a leilões de palavras-chave, em que o anunciante dá um lance por determinado termo – e, por isso, você verá que algumas palavras-chave são bastante caras, o que leva a mais pesquisas por termos que ajudem o público-alvo a encontrar seu produto sem precisar gastar muito dinheiro. Vale também dar uma olhada nos posts do fórum da Comunidade do Adwords: alguns, como esse aqui, compartilham as melhores práticas para anunciar no Google.

Outros links importantes

**Princípios básicos do Google AdWords **– introdutório e explicativo para quem quer saber mais sobre o AdWords. Ah! Se precisar, tem um número de telefone gratuito para entrar em contato (e eles também oferecem consultoria online gratuita para colocar seus anúncios no ar).

Como criar anúncios e campanhas – enxurrada de links com tuuuudo detalhado.

Como criar sua campanha de publicidade – sobre a criação de campanhas, grupos de anúncios e anúncios.