comportamento da consumidora brasileira |

Pesquisa revela comportamento de quem compra itens de beleza online

Estudo feito pela Glambox traz informações importantes sobre compradores online de cosméticos e itens de beleza Para entender melhor o comportamento das brasileiras com relação à compra de produtos de beleza, a Glambox

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Estudo feito pela Glambox traz informações importantes sobre compradores online de cosméticos e itens de beleza

Para entender melhor o comportamento das brasileiras com relação à compra de produtos de beleza, a Glambox (aquele ecommerce de assinaturas que envia mensalmente uma caixa com vários cosméticos) realizou uma pesquisa com 20 mil mulheres da base cadastral da empresa espalhadas por todo o país. Os resultados dessa pesquisa trazem vários insights legais e podem ser bem úteis para donos de lojas virtuais voltadas a esse nicho. Selecionamos alguns dados importantes, dê uma olhada:

– Quase metade (43%) das mulheres entre 26 e 35 anos prefere comprar produtos de beleza pela internet. Os motivos são a praticidade de comprar sem precisar ir a uma loja física, a chance de ver reviews e opiniões de outras consumidoras (daí por que é tão importante trabalhar bem as reviews dos produtos da sua loja virtual) e a comodidade de receber tudo em casa.

– As mulheres que compram pela internet estão dispostas a gastar uma quantia bem maior mensalmente com produtos de beleza. O tíquete médio mensal, portanto, é maior entre as mulheres maduras. Quanto à renda familiar média, 18% afirmou ter renda de até R$2 mil; 33% possui renda que varia de R$2 mil a R$5 mil; 26% das entrevistadas possui renda familiar variando de R$5 mil a R$10 mil e 20% das mulheres afirmaram ganhar acima de R$10 mil (vale lembrar que esse recorte é o das clientes da Glambox).

– 65% das mulheres que preferem comprar pela internet são do estado de São Paulo. Em segundo lugar vêm as cariocas, com 25%, e em terceiro lugar está o estado de Minas Gerais, com 10% do público feminino considerando a internet como o canal principal para comprar cosméticos.

Fonte