como vender mais online |

Evite cometer os erros mais comuns em lojas virtuais

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Tem coisa que \u00e9 morte s\u00fabita, e voc\

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Tem coisa que \u00e9 morte s\u00fabita, e voc\u00ea pode garantir que n\u00e3o comete nenhum desses erros"]">Tem coisa que é morte súbita, e você pode garantir que não comete nenhum desses erros na sua loja

Quando abre um negócio na internet, você está sujeito a vários erros. Vamos começar a listar os erros mais comuns (e graves!) do mundo do e-commerce, para você ficar ligado e evitar cair nessas armadilhas:

1. Falta de foco
Como você faz sucesso? Especializando-se. O ponto principal é encontrar um nicho que seja do tamanho certo para você.” (Paul Graham, do Y Combinator e Viaweb)

2. Não ter uma value proposition clara
As pessoas normalmente não sabem por que precisam do seu produto até que você diga isso a elas, então não tenha medo de ser direto e claro nisso.” (Gregory Ciotti, do Helpscout)

3. Vender o que não vende muito
Sim, é um produto maravilhoso e sim, todos os seus amigos amam ele. Mas nem tudo vai vender através de um website.” (Mike Allton, do The Social Media Hat)

4. Não conhecer bem seus potenciais consumidores
É bem fácil cair na armadilha de que você conhece tão bem seus clientes que nem precisa da participação deles.” (Dale Traxler, do practicalecommerce.com)

5. Subestimar a quantidade de esforço necessária
Ainda que os e-commerces sejam do mundo etéreo do cyberespaço, eles ainda requerem uma quantidade significativa de atenção, aprendizado e esforço para serem criados, executados e mantidos.” (Ian Mills, do Magicdust)

Você não precisa de um plano de negócios de 100 páginas, mas precisa de um entendimento muito claro dos seguintes pontos: seu produto, o mercado, seus competidores, seus clientes e você mesmo.
Esse conhecimento vai te proteger de uma derrota catastrófica, ainda que não garanta seu sucesso absoluto – e isso porque você também tem que alcançar seus consumidores.

Depois de ver os erros mais críticos do e-commerce, os que são morte súbita, vamos falar dos problemas mais comuns na hora de fechar a compra. É muito importante pensar nessa parte, porque ela é responsável por garantir que a pessoa que comprou uma vez na sua lojinha volte (e compre de novo, e ame você, e recomende sua loja).

1. Preço não competitivo
De acordo com a Nomis Solutions, os compradores têm 7.4 vezes mais chances de pesquisarem preços online do que em lojas físicas…” (Max Knoblauch, do Mashable e Thought Catalog)

2. Muita confiança em promoções para atrair consumidores
É uma boa tática a curto prazo. Mas não funciona bem como estratégia de longo prazo.” (Dale Traxler, do practicalecommerce.com)

3. Opções de pagamento limitadas
Limitar as opções de pagamento dos clientes só vai limitar o número total de vendas.” (Omar Kattan, do Sandstorm)

4. Não mostrar as taxas de envio
Não existe nenhum bom motivo para não mostrar as taxas de envio detalhadamente no seu site.” (Cameron Chapman, autor do Internet Famous)

5. Cobrar demais pelo envio
Mulpuru diz que se você está cobrando mais de 10% do valor do produto para o envio, então você está cobrando demais.” (Ian Mills, do Magicdust)

6. Entrega muito demorada
Demorar muito para entregar não só vai fazer com que você perca clientes, como também vai te render uma má reputação.” (Jeff Ropelato, do Techmedianetwork)

7. Política de trocas inexistente
Deixar sua política de trocas bem clara no começo pode te poupar muita dor de cabeça depois com clientes insatisfeitos com seus pedidos.” (Cameron Chapman, autor do Internet Famous)

8. Atendimento ao consumidor fraco
Os consumidores da web de hoje estão cientes da necessidade do bom atendimento, e eles podem ir a qualquer outro lugar se sentirem que você não os dá o atendimento que merecem.” (do Allbusiness.com)

9. Informações de contato escondidas
Dar aos clientes a opção de ligar quando tiverem qualquer dúvida pode ser o fator de diferença entre receber um pedido ou não.” (Graham Charlton, do Econsultancy)

Na parte de pagamento e envio, é importante ter várias opções para seus clientes pagarem e deixar tudo bem claro quanto às taxas de envio. Além disso, é necessário pensar em uma entrega que seja rápida e eficiente. Quanto à política de troca, ela também deve estar lá, disponível e bem clara – bem como FAQs e números de telefone. Quando um consumidor entrar em contato, seja legal e atenda-o bem, fazendo o possível para solucionar o problema.

Fonte: http://bit.ly/1rtVCal