dicas de divulgação |

Os 8 erros mais comuns ao divulgar sua loja virtual no Facebook

Confira a lista que preparamos com 8 dicas do que não fazer na hora de usar o Facebook para divulgar sua loja e aumentar suas vendas

Redação

Redação

Confira a lista que preparamos com 8 dicas do que não fazer na hora de usar o Facebook para divulgar sua loja e aumentar suas vendas.

Além de um trabalho orgânico, postando sempre conteúdo interessante e atualizado, impulsionar o conteúdo passou a ser fundamental com a diminuição do alcance orgânico no Facebook. Para você divulgar sua loja virtual nos anúncios pagos do Facebook vai precisar fazer muitos testes de anúncios e por isso separamos essa lista com os erros mais comuns ao divulgar sua loja virtual no Facebook.

Às vezes, para chegar a bons resultados, você precisa lapidar bastante os anúncios e a audiência, num trabalho (quase) sem fim. E é normal errar ou descobrir, depois de um tempo, que algumas coisas não estão dando certo. Mas, por mais que a gente aprenda com os erros, nem sempre é preciso aprender só com as nossas próprias mancadas, né? Sem contar que um erro na divulgação dos posts da sua fanpage significa dinheiro indo pelo ralo, e isso não é muito legal. Por isso, dê uma olhada em algumas das ‘más práticas':

1. Só divulgar a fanpage para os amigos

Nesse exato momento, em todo o mundo, tem uma porrada de gente online procurando coisas para comprar pela internet. Sua loja virtual precisa pensar em tooooodas essas pessoas, porque seus clientes estão lá fora esperando para te conhecer. Por isso, por mais que seus amigos e familiares ajudem bastante a divulgar seu novo negócio, mire mais alto e divulgue para o seu público-alvo, mesmo que ele não esteja na sua lista de amigos.

O Facebook conta com centenas de milhares de combinações de público, basta escolher estas informações na tela de “impulsionar post” ou na hora de criar um conjunto de anúncios pela ferramenta de gerenciamento de anúncios. Tente inclusive fazer testes de públicos, promovendo o mesmo post para tipos de pessoas diferentes. Você pode se surpreender.

2. Achar que segmentar demais significa gastar mais dinheiro

Tecnicamente, uma coisa não tem nada a ver com a outra. Para um mesmo anúncio, com um mesmo orçamento, você pode criar vários públicos diferentes e não vai gastar mais por segmentar melhor as pessoas que visualizarão seu post patrocinado. Além disso, você pode dividir o dinheiro que tem disponível para anunciar entre todos os grupos segmentados e, depois, aumentar o orçamento onde a coisa está indo melhor, para otimizar o dinheiro investido.

3. Postar conteúdo legal que gera likes e compartilhamentos, mas não vende

Não é que seja um erro postar conteúdo que gere engajamento com os fãs da sua página – longe de nós defender isso. Mas o caso do Facebook Ads é um pouco diferente, e a orientação aqui é só para não perder o foco. Se você quer aumentar os acessos na sua loja virtual e, consequentemente, vender mais, tenha isso em mente o tempo todo e faça anúncios com calls to action que deixem mais claro o que você quer do cliente. Assim, o dinheiro investido nos anúncios terá retorno e o negócio todo fica bem mais sustentável. Os posts legais, que geram bastante likes mas não vendem, devem existir também – mas aí não precisam, necessariamente, de posts pagos.

4. Segmentar o público usando critérios diferentes no mesmo anúncio

Ao segmentar o público, é importante não misturar muito os critérios. Fica difícil comparar, por exemplo, um grupo de homens entre 18 e 25 anos que curtiram a página do Ayrton Senna de um grupo de homens entre 40 e 56 anos que curtiram a página do Muhammad Ali. O ideal é segmentar os grupos com apenas uma variável – caso contrário, ao invés de ajudar a filtrar e atingir públicos mais específicos, você acaba por atingir mais gente sem objetividade nenhuma e não consegue analisar os dados depois.

5. Usar critérios muito abrangentes na segmentação do público

A fanpage da Nike no Facebook tem 28 milhões de curtidas. A da Adidas, 30 milhões. Por mais que seu público-alvo se interesse por alguma dessas coisas, colocar fanpages que têm muitas curtidas como interesses para segmentar públicos pode não ajudar muito na hora de delinear perfis específicos de consumidores, porque todo mundo curte a Nike e a Adidas e encontrar seu público-alvo no meio de todas essas pessoas fica bem mais difícil. Tente pensar em assuntos mais específicos que seus consumidores podem ter. Que revista leem, que sites curtem, que produtos consomem. Através deste perfil você pode achar pessoas mais interessadas na sua marca.

6. Anunciar só a fanpage

Ainda que promover sua fanpage ajude bastante a conseguir mais likes, não há tanta certeza de que isso ajude a vender mais na sua loja virtual. Por isso, a indicação é promover posts e imagens da fanpage. Assim, você consegue atingir objetivos mais específicos – como direcionar quem clica a algum link da sua loja virtual – e, ao mesmo tempo, chamar atenção para a sua fanpage. Se o conteúdo lá for bacana e conquistar seu público, pode ter certeza de que você aumentará o número de curtidas da página sem precisar promovê-la especificamente.

7. Anunciar direcionando o link para a home da sua loja virtual

Experimente quebrar a dinâmica de acesso do cliente na sua loja virtual e comece por um produto que faz bastante sucesso. Assim, quando a pessoa clicar no anúncio do Facebook, não vai direto para a home da sua loja virtual, mas verá as fotos e a descrição de algum produto – e, depois, vai dar uma olhada na categoria, e em outros produtos, e em outras categorias… e você terá ele por mais tempo na sua loja virtual (o que aumenta bastante as chances de fechar uma compra).

8. Anunciar só de vez em quando

Manter uma regularidade faz com que sua marca ganhe visibilidade. Então, manter um fluxo de postagens e um fluxo de promoção dos posts faz com que os seus seguidores e também novas pessoas sejam impactadas mais constantemente pela marca, tornando mais fácil a possibilidade de eles se decidirem pelo seu produto no momento de comprar algo novo. Não se preocupe se estará atingindo as mesmas pessoas sempre e com frequência, é justamente isso que constrói uma marca. Já parou pra pensar quantas vezes você vê o mesmo comercial de um determinando produto na TV? Isso é construção de marca!

Agora é só usar nossas dicas e arrasar nos seus anúncios 😉