boas ideias |

Óbvio para você, sensacional para os outros

A maioria das pessoas acha que suas ideias são muito óbvias. Será mesmo? Todo mundo que cria coisas conhece a sensação: Você conhece o trabalho de alguém, e é inovador. É lindo, é

Keslen Deléo

Keslen Deléo

A maioria das pessoas acha que suas ideias são muito óbvias. Será mesmo?

Todo mundo que cria coisas conhece a sensação:

Você conhece o trabalho de alguém, e é inovador. É lindo, é brilhante, de tirar o fôlego. Você tá lá, maravilhado.

As ideias são inesperadas, surpreendentes, mas perfeitas. Aí você pensa: “Eu nunca teria pensado nisso! Como eles inventam essas coisas? É genial!” E, logo em seguida, pensa: “As minhas ideias são tão óbvias. Nunca vou ser tão brilhante.” :(

Eu me sinto assim direto. Com livros maravilhosos, músicas, filmes, ou mesmo conversas ótimas. Me assusta como o cara consegue pensar naquilo. Fico até humilhado.

Mas aí, eu continuo fazendo meu trabalho. Conto minhas historinhas. Compartilho meu ponto de vista. Nada espetacular. Só uns pensamentos cotidianos.
Um dia, alguém me mandou um email dizendo: “Eu nunca teria pensado nisso. Como você inventa essas coisas? É genial!”
Claro que eu discordei, e expliquei que não era nada especial.
Mas depois, eu tive aquela epifania e percebi esse negócio, surpreendentemente profundo:

**Todo mundo acha que suas ideias são óbvias.
**
Acho que até uns caras tipo o John Coltrane ou o Richard Feynman achavam que tudo que eles estavam tocando ou dizendo era bem óbvio.
Então, talvez o que é óbvio para mim é maravilhoso pra outra pessoa?
Compositores que fazem muito sucesso, em entrevistas, dizem com frequência que o maior hit deles acabou sendo um que eles achavam tosco, e que nem queriam gravar.
Nós somos maus juízes pras nossas próprias criações. A gente devia colocar elas no mundo e deixar as pessoas decidirem.

Você tá guardando aí alguma coisa que parece muito óbvia pra compartilhar?

Por Derek Sivers, em http://bit.ly/1eMqdFL**
**