como fazer remarketing |

O que é remarketing e como ele pode ajudar as suas vendas?

Descubra como essa técnica do mundo digital pode fazer você impactar novos clientes e criar anúncios ainda melhores!

Redação

Redação

Você com certeza já viu banners e anúncios de um produto ou serviço que estava pesquisando na internet. Isso não é apenas coincidência: graças ao remarketing, teoria que ajuda muito o comércio digital, as empresas conseguem impactar, se posicionar e transformar uma simples pesquisa em uma grande venda.

Quer descobrir como o remarketing pode ser útil para o seu e-commerce? Vem com a gente!

O que é remarketing?

Remarketing é, na verdade, a maneira como o Google chama sua própria plataforma de retargeting — e o termo acaba sendo usado com mais frequência. Mas a ação retargeting significa impactar uma pessoa mais de uma vez, com anúncios que aparecem depois da primeira busca ou acesso à sua loja virtual.

Como o remarketing pode ajudar nas vendas?

Ao alcançar pessoas que já visitaram o seu site, você dá a elas uma segunda chance de adquirir o produto ou serviço, aumentando a conversão. Um plano de remarketing estruturado trabalha os dois primeiros estágios do processo de compra, quando a pessoa começa a pesquisar e a considerar o investimento (ou seja, faz comparações de preços, busca recomendações e acessa diferentes sites). Segundo o Google Adwords, 97% das pessoas não compram o produto na primeira vez que acessam. Por isso, as empresas apostam no remarketing para que a marca continue aparecendo para o cliente.

Como o remarketing funciona?

Primeiro, você precisa escolher uma ferramenta (é possível fazer remarketing pelo Google Adwords, Facebook Ads e com ferramentas como o Criteo, Perfect Audience e AdRoll) e, com ela, instalar uma tag de remarketing em seu site. Em seguida, você pode criar listas ou grupos para definir suas estratégias (atingir somente aquelas pessoas que viram determinado produto ou colocaram algo no carrinho de compras, por exemplo). A ferramenta, então, armazena cookies nos navegadores de quem acessa o seu site ou faz uma pesquisa relacionada à tag, para identificar o interesse e mostrar os anúncios.

Onde esses anúncios aparecem?

As ferramentas de remarketing trabalham em dois formatos: a Rede de Pesquisa, do Google Adwords, que engloba as páginas da marca (além do anúncio aparecer na pesquisa, ele também pode ser visto no Google Maps, Google Shopping e outros serviços) e a Rede de Display, formada por sites, blogs e redes que disponibilizam espaço para exibição de anúncios.

O Facebook também trabalha o remarketing de maneira própria, com o Facebook Ads. A plataforma de anúncios funciona com anúncios que aparecem no feed de notícias ou na barra lateral, usando um pixel de redirecionamento e públicos criados na própria rede social.

Quais são as dicas para criar uma boa estratégia de remarketing?

Separamos alguns pontos importantes para você lembrar na hora de investir em uma campanha de remarketing:

Pense bem nas audiências e invista em públicos que realmente querem receber o conteúdo. O anúncio deve estar sempre relacionado àquilo que o consumidor está buscando — utilize abordagens com preços, opções de cores do produto ou melhor custo x benefício, por exemplo. Quanto mais específico e direcionado for o anúncio, mais a sua marca vai se destacar.

Se a pessoa clicar no seu anúncio, ela deve ser direcionada para a página do produto ou para uma landing page específica. Não deixe o cliente perdido na página inicial — isso pode fazer ele desistir de comprar na sua loja.

Fique atento ao CPC (Custo por Clique) e ao CPA (Custo por Aquisição). Essas métricas ajudam você a entender o andamento da campanha, resultados, gastos e lucros com o remarketing.

Cuidado com o excesso de exibições. O ideal é que a sua campanha de remarketing permita apenas 10 visualizações por pessoa, aproximadamente, para que o usuário não se canse e crie uma imagem negativa da marca, pensando que você está apenas “empurrando um produto”.

Você já fez uma campanha de remarketing? Tem alguma experiência para compartilhar? Deixe um comentário!