logística |

O que é logística? Como ela influencia no e-commerce?

Entenda como a logística desponta como o roteiro que dá forma ao seu e-commerce e faz o seu negócio ser competitivo no mercado

Redação

Redação

Se você está pensando em abrir ou já tem um e-commerce, é essencial compreender bem o que é logística. No comércio eletrônico, ela ocupa destaque ao estar presente, por exemplo, do gerenciamento do estoque até a entrega do produto. Ou seja, só com esta pequena informação, já se pode ver o grau de importância da logística em uma loja virtual.

E não é para menos, este elemento está diretamente ligado ao sucesso de qualquer vendedor no mercado. Para entender melhor, pense em um conjunto que reúna todos os processos para manter um negócio em funcionamento: planejamento, implementação e controle da operação.

Juntos, estes são alguns dos itens que dão forma ao que chamamos de logística!

Achou complicado? Calma, não desista da leitura agora. Vamos ajudar você a compreender este universo e como ele influencia no trabalho de quem vende pela internet!

Logística: a rede que dá forma ao seu negócio

Como já era de se esperar, a logística desponta entre as principais preocupações de quem decide empreender online. Mas não queremos que você a veja apenas como a dor de cabeça dos vendedores.

Saiba que o lado bom de ter que se pensar em um conjunto tão importante é ver o quanto ele se destaca como um ótimo roteiro!

Pensando nisso, vamos elencar aqui algumas características que fazem da logística o caminho mais promissor para entregar uma boa experiência aos clientes. E ainda otimizar custos!

Começaremos com duas etapas em momentos opostos, mas que são fundamentais para fazer sua marca dar realmente certo: o gerenciamento do estoque e o de entregas.

Gerenciamento de estoque

Imagine o cliente mandando para o carrinho e fechando a compra de um produto que já acabou em seu estoque. Que problemão, hein? Então, anote aí uma das principais metas da sua logística: gerenciar o estoque.

Sincronizar as informações de seu estoque e a disponibilidade de produtos oferecida em seu site equivale à mina de ouro no e-commerce. Isso por que os itens estocados, ou os que devem ser abastecidos, são dinheiro!

O que justifica ter cuidado constante para evitar problemas e garantir que os artigos comprados no seu e-commerce cheguem aos consumidores.

Imagine os danos à sua reputação se um cliente consegue comprar um item, que na verdade, acabou em seu estoque!  Por isso, a meta de todo vendedor é minimizar ao máximo os riscos da falta de estoque. Previna-se também contra a defasagem de informações!

Ainda no quesito estoque, sua logística deve manter atualizadas as informações dos suprimentos que devem ser repostos. E em tempo hábil!

O ideal é que você tenha um sistema informatizado que permita administrar a quantidade mínima de um artigo. Vale até criar um aviso para disparar um pedido de compras.

Ao otimizar tarefas, esse alerta irá ajudá-lo a contatar os fornecedores e repor os produtos com maior agilidade.

Gerenciamento de entregas

Além reduzir a ameaça potencial da defasagem de dados entre o estoque e as entregas, existe outro ponto importante a ser avaliado: o cumprimento de prazos. Este é mais um fator gerador de grande expectativa por parte do público. Consequentemente, leva seu e-commerce a dois caminhos, o da satisfação dos clientes ou o da reclamação do site.

Tão logo o consumidor gere o pedido em sua loja, imediatamente a logística do seu e-commerce entra em ação! Atente-se para ter agilidade nos processos entre a separação do artigo no estoque, a emissão da nota fiscal, escolha e compra do frete e despacho do volume com o transportador desejado.

Uma boa ferramenta de rastreio também está entre os recursos que qualificam o transporte dos seus produtos. Certifique-se de contar com uma plataforma que forneça o acompanhamento eficiente da movimentação das mercadorias.

Igualmente esteja preparado para operacionalizar a logística reversa: quando o produto precisa retornar à sua loja virtual. Os motivos podem ser os mais variados, como a desistência da compra em até sete dias após a entrega, ou a devolução do item por algum defeito.

A questão é que sua logística deve dar conta da política de trocas de produtos e seu transportador tem papel de destaque neste quesito também.

Transporte de encomendas

A menos que você também tenha uma empresa de fretes além do e-commerce, será necessário terceirizar o transporte de suas encomendas. Para atender mais essa demanda da sua logística é possível contratar envios com os Correios ou transportadoras privadas.

E como falamos anteriormente, nas entregas de uma cidade para outra, esses operadores são os mais indicados.

Se você está começando a vender para internet, saiba que as dimensões do produto embalado são a base para a calcular o frete. Nessa hora, peso, comprimento, largura e comprimento do pacote determinam os valores de cada envio.

Para os vendedores online iniciantes, temos um artigo que explica detalhadamente o que está envolvido no assunto. Confira no link abaixo:

Como calcular frete e comparar preços

Agora, se você já é um e-commerce há mais tempo no mercado, aproveitamos para questioná-lo sobre quais formas de otimização na logística de transporte utiliza. É disso que vamos falar a seguir. Afinal, sempre há como melhorar sua operação, não é mesmo?

Otimização da logística de transporte

Por natureza, o comércio eletrônico exige ainda mais da logística. Assim, a escolha do modelo mais condizente com a operação do seu e-commerce é decisiva  para sua competitividade. Portanto, avalie os tipos de demandas geradas por seu público e construa uma logística de fretes assertiva.

No caso do envio de encomendas para outras cidades será preciso recorrer ao modelo tradicional. Aqui os pacotes são levados a um centro de distribuição (transportadora) e após, para o destinatário.

Este é o segmento que presta o melhor suporte às encomendas de clientes de outros municípios. Entretanto, quando o consumidor está na mesma cidade que sua loja virtual a situação muda de figura. Isso porque o custo desse serviço costuma ser maior.

Para economizar nesse tipo de entrega procure empresas que façam entregas diretas. A alternativa vale, inclusive, quando você atua em regiões metropolitanas.

Automatize seus fretes

Como você deve ter percebido ao longo do artigo, os aspectos logísticos impõem uma série de exigências adicionais à gestão do seu e-commerce. O ideal então é otimizar e automatizar ao máximo seus processos para reduzir riscos.

Nossa última dia então é que você conheça o Melhor Envio. Somos uma plataforma de intermediação de fretes focada em possibilitar que vendedores tenham uma logística mais competitiva.

Até agora, já ajudamos mais de 70 mil lojistas virtuais a cotar e comprar fretes com Correios e transportadoras privadas em um só lugar.

Visite o site e veja de perto nossa tecnologia e  como nossos recursos podem fornecer os diferenciais para alavancar suas vendas!

*Este conteúdo é um guestpost e foi produzido por Andressa Barbosa | Blog Melhor Envio