como é ter uma loja virtual |

mine entrevista: Gabriela e Caio, da Sorriso de Papel

Quer saber como é ter uma loja virtual? Eles contam! A Sorriso de Papel é uma das lojas mais fofas da minestore: isso porque eles usam o design para impressionar e arrancar aquele

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Quer saber como é ter uma loja virtual? Eles contam!

Sorriso de Papel é uma das lojas mais fofas da minestore: isso porque eles usam o design para impressionar e arrancar aquele sorrisão de quando a gente vê alguma coisa que tem tudo a ver com alguém que a gente ama. Sabe quando você quer contar pra uma pessoa que gosta dela, mas não sabe direito como expressar isso? Então, dá uma olhada nos produtos da Gabi e do Caio: pode ser que você se inspire a dar um presente exclusivo (e a pessoa vai pegar a mensagem, garantimos). Conversamos mais com os dois empreendedores para saber de onde vem tanta inspiração e aconchego – dá uma olhada na entrevista de hoje:

Oi, Gabi e Caio! Sobre o Sorriso de Papel: onde/quando começou a marca? Quais eram os planos de vocês no começo (eles mudaram muito)?

A Gabi trabalhava com um fotógrafo de casamentos e vimos nisso uma oportunidade de fazer convites e a papelaria desses eventos em um estilo mais despojado e único, além de fugir das nossas atividades rotineiras do trabalho. Decidimos arriscar e, depois de pensar e pesquisar muito, chegamos ao nome Sorriso de Papel. A marca nós mesmos desenvolvemos pois o Caio é publicitário e a Gabi, designer. O foco inicial eram os convites, mas nosso primeiro produto foi um quadrinho pra vó do Caio (que hoje também está a venda na loja online: http://zip.net/bhpk2t ), feito de forma despretensiosa mesmo. Mas ele fez tanto sucesso, que os quadrinhos acabaram se tornando nosso carro-chefe e a demanda não parou mais desde então.

Estamos no nosso segundo ano com o Sorriso de Papel e até hoje não conseguimos colocar o plano de fazer os convites para casamento em prática por conta da demanda pelos quadrinhos! Hoje trabalhamos com ilustrações exclusivas e presentes únicos feitos de forma manual, o que nos agrada muito porque trabalhar com tecido, cola, madeira, pincéis, lápis, papéis e tintas funciona como uma terapia :D. Se você que está lendo tem uma ideia que possa ser resolvida com esses materiais fale com a gente, gostamos de inventar. Tudo por um sorriso!

Como é dar conta da parte operacional – manter estoques, lidar com fornecedores e escolher/comprar material, no dia a dia?

Essa é a parte difícil. Achamos que todo lojista sofre um pouco com fornecedor e imprevistos podem acontecer. O segredo está na organização e no planejamento (que ainda estamos trabalhando para conseguir deixar tudo sempre em dia). Mas adoramos ir às lojas e criar soluções para nossos clientes. Essa é uma das partes mais legais, pois muitas vezes temos novas ideias indo nos lugares e conversando com as pessoas.

Uma coisa que chama bastante a atenção na loja de vocês é o capricho e cuidado com as embalagens em que os produtos são enviados. Teve muito teste pra desenvolver essa embalagem? De onde veio a ideia?

Sempre tivemos atração por algo que remetesse ao rústico, ao kraft, então procuramos um material nessa linha e que não custasse tanto. Para sermos sinceros não fizemos muitos testes, acertamos rápido, precisávamos de um material barato, que protegesse os produtos e ficasse legal. Aí acertamos na escolha do papelão ondulado.

Sorriso de Papel
Aqui na minestore, não conseguimos resistir a essas embalagens todas bonitinhas e também abrimos um sorrisão :)

Agora, a clássica pergunta sobre lojas virtuais: vocês já vendiam pela internet? Como foi abrir a loja virtual e o que mudou depois dela?

Vendíamos pela nossa fanpage, que é nosso principal ponto de contato com os clientes. Os pedidos eram feitos por ali ou via e-mail. Porém os produtos ficavam expostos de forma confusa e era difícil explicar como era a personalização, os prazos, as dimensões de cada produto. A loja nos ajudou a montar uma vitrine muito melhor para os nossos produtos e também nos deu um ar mais “profissa”. A loja também nos exige uma organização maior, mais ainda temos muito que melhorar nessa parte!

Boa, obrigado! Uma música pra dedicar pros nossos leitores (e embalar a visita que eles vão fazer à Sorriso de Papel)? :

Home, do Edward Sharpe And The Magnetic Zeros. Essa música fala de lar, família, amor… coisas que nos inspiram na fabricação dos nossos produtos 😀