frete |

Como calcular e lidar com o frete da sua loja virtual

Use o frete a seu favor para vender muito mais na sua loja virtual!

Redação

Redação

Você tá lá, fazendo compras na internet. Encontra algo que sempre quis, pelo preço que sempre esperou. Aí, quando chega na página em que o valor do frete é somado ao do produto e… você desiste. Quem nunca.

O frete é responsável por uma enorme parte das estatísticas de abandono de carrinho no e-commerce. E é, ao mesmo tempo, um dos maiores fidelizadores de clientes de que se tem notícia. Por isso, é importantíssimo planejar muito bem como serão as entregas da sua loja virtual antes de montá-la: você pode poupar muito e já começar com a melhor entrega do mundo. Selecionamos algumas dicas úteis pra você vencer o desafio postal do comércio virtual, vê aí:

Apresente as possibilidades: Tem alguma coisa (provavelmente gurus da psicologia poderão explicar) que faz a gente se sentir muito bem quando percebe que pode escolher o que é melhor pra gente. Se você tem integração com os correios em seu e-commerce, por exemplo, mostre todas as possibilidades: pagar menos por um prazo maior de entrega, ou receber em um ou dois dias, pagando um pouco mais pelo envio. O cliente escolhe o que é mais vantajoso pra ele e possivelmente vai te amar mais por dar a ele poder de escolha.

Não seja miserável, ofereça frete grátis: Você pode calcular qual é o valor do seu ticket médio (o total de vendas de um período dividido pelo número de pedidos desse mesmo período) e, aí, oferecer frete grátis para valores acima dessa média, pra que não tenha prejuízo nenhum. Além disso, uma boa é distribuir alguns vouchers, volta e meia, como presente de primeira, quinta ou décima terceira compra. Ou estabelecer o envio grátis a partir de R$100 ou R$150 reais (o que pode encorajar os clientes a comprarem mais alguma coisinha, só pra ganharem o frete), testando antes qual seria o melhor valor para isso.

Tire vantagem da sua localização: Você pode usar os correios ou buscar um contrato com uma transportadora para as entregas a longas distâncias. Mas, se o pedido vem de algum lugar próximo, é legal utilizar meios de entrega mais alternativos. Tipo um courier, que vai de bike, ou você e seu time entregando o produto na casa da pessoa (com balões e chapeuzinho). Sem contar que, se você tem uma loja física ou pensa em abrir uma pop-up store, tem a opção de retirada em loja. Aí, seu cliente vai te conhecer, vai ver como você é bonito e legal e pode acabar comprando mais coisas quando chegar na sua loja.

Seja honesto com os prazos: Nenhuma loja virtual está isenta de problemas com a entrega. Por isso, seja bem simpático com as pessoas que estão esperando seu produto em casa – você sabe como é a expectativa de receber algo pelo correio, todo mundo fica ansioso. Vale disponibilizar os códigos de rastreamento dos correios, por exemplo, ou mandar e-mails solícitos se alguém reclamar de atraso na entrega. E fazer o possível para ajudar.