atendimento |

Em nome do amor: como firmar laços com seus clientes

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"O relacionamento com o cliente merece aten\u00e7\u00e3o

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"O relacionamento com o cliente merece aten\u00e7\u00e3o o ano todo. Veja aqui algumas dicas para n\u00e3o ter crise nem DR!"]">O relacionamento com o cliente merece atenção o ano todo. Veja aqui algumas dicas para não ter crise nem DR!

Em 14/fevereiro, é comemorado o Valentine’s day – o equivalente ao dia dos namorados na gringa – mas, diferente de 12/junho, hoje vale declarar seu amor por todas as pessoas (e não só seu par romântico de novela). É uma época boa para refletir sobre os relacionamentos que temos com os outros, e nessa se incluem os fiéis clientes das nossas lojinhas. Sim: você tem um relacionamento com cada um dos seus clientes! (mas essa poligamia tá liberada, fica tranquilo).

Desde que as mídias sociais aproximaram marcas e pessoas, 79% dos consumidores declaram que seus relacionamentos com as marcas estão melhores do que nunca, e 68% concordam que comprar, hoje em dia, é menos sobre marcas ou produtos e mais sobre o que eles precisam ou querem naquele momento (segundo o MediaPost).

Como acontece em muitos relacionamentos, alguns lojistas não dão valor para o que têm até que a fila ande (e a catraca gire). Aí, não adianta postar mensagens de autoafirmação pós-fim de relacionamento no Facebook. Aqui, vamos dar quatro dicas para fazer com que seus clientes se apaixonem por você todo dia, como se fosse a primeira vez. <3

Conquiste a confiança deles

A confiança é a base de qualquer relacionamento, e com o freguês isso não é diferente. Muitos já foram iludidos e traídos por marcas que se apropriaram de informações e dados pessoais seus e venderam tudo para outras companhias. Muitas pessoas não gostam de disponibilizar seus dados quando fazem login – e com frequência, desistem do cadastro por isso. Permitir aos clientes que possam se registrar no seu site usando os dados de redes sociais (como o Twitter e o Facebook) é o caminho para conseguir o acesso às (muitas) informações que as pessoas disponibilizam nas mídias sociais, de um jeito bem mais transparente. Explicar como vai usar os dados do seu cliente também é uma boa.

Mantenha-se aberto à comunicação

Não é que precise discutir a relação o tempo todo, mas dar a oportunidade de seu freguês te contar o que achou do produto e como você poderia melhorá-lo é a chave para desenvolver uma boa relação com ele. E fazer isso é relativamente simples: você pode deixar um espaço para comentários e reviews, e ter uma participação ativa nas mídias sociais (respondendo as coisas logo, mostrando-se atencioso etc.).

Demonstre que você se importa

O amor mais sincero é de graça e desinteressado, nós sabemos. Mas um presentinho de vez em quando não dói. As empresas que oferecem bônus e desconto em compras têm um aumento de 46% no consumo dos clientes (segundo o Loyalty Leaders). Você deve encontrar maneiras de demonstrar a seus clientes que sabe quem eles são e fica muito feliz por eles gostarem tanto da sua loja. Para isso, é importante ter uma base de dados bem montada e ficar sempre de olho nela, para saber quem são seus clientes e como você pode recompensá-los nos vários canais por onde andam.

Faça eles se sentirem únicos

Todo mundo quer se sentir especial, e não há jeito melhor de destruir o relacionamento e acabar com a sua imagem do que tratar todos os fregueses do mesmo jeito, com mensagens padronizadas enviadas por robôs. Relacionamentos demandam um esforço (sobre-humano, às vezes). Isso envolve também seu site oferecendo recomendações personalizadas – lembre-se de que você tem várias informações sobre o que seu cliente gosta. Surpreenda-o. Faça o cupido ficar com inveja do seu bom trabalho.

(Fonte: http://bit.ly/Mj9fsw )