como vender online |

Como avaliar se existe demanda para o produto que você quer vender

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Entre escolher um produto e vender bastante, deve haver

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Entre escolher um produto e vender bastante, deve haver muita pesquisa. Veja aqui como fazer"]">Entre escolher um produto e vender bastante, deve haver muita pesquisa. Veja aqui como fazer

Você quer abrir uma loja virtual, mas não sabe exatamente por onde começar. Bem, o primeiro passo é pensar num nicho ou um produto bem legal – em outro post, nós demos algumas dicas para descobrir o que vender. Depois, você deve avaliar com cuidado se há demanda para o que você pensou em vender. Às vezes, pode parecer que todas as pessoas do mundo estão loucas para comprar um garfo que gira sozinho, e cinco meses depois de abrir uma loja virtual que vende garfos que giram sozinhos de todas as cores da escala Pantone, ela está às moscas… porque, na verdade, aquele seu feeling de que ia vender muito se provou errado. Olha só: há alguns meios pelos quais você pode estudar a viabilidade do seu produto antes de investir tempo e dinheiro em estoque, marca e coisas assim.

PORÉM, uma nota importante: muitos negócios de sucesso surgem em nichos improváveis e não muito animadores, não têm nada para dar certo… e dão certo, porque são muito bem construídos e fazem surgir uma demanda onde ela não existia. Se esse é seu caso, você pode seguir o feeling, sim.

Quando você está planejando montar uma loja física, recomenda-se fazer uma pesquisa de campo perto do local onde você pensa em abrir sua loja, para descobrir a viabilidade do negócio naquele local (ou seja, se as pessoas vão comprar o que você estiver vendendo, e com que frequência). Numa loja virtual, seu tráfego muito provavelmente virá de pesquisas no Google e da sua presença nas mídias sociais. Então, você pode pesquisar a demanda pelos seus produtos nesses lugares.

O Google tem várias ferramentas legais e gratuitas para pesquisar a viabilidade de produtos. A primeira delas é o Google Trends, que analisa o volume de pesquisas, permitindo relacionar todas elas. Lá, você pode pesquisar um item (por exemplo, ‘canecas’) e compará-lo a outros itens (como ‘capas para celular’ e ‘chaveiros’) para ver qual tem maior volume de pesquisas.

Além disso, ver a evolução na quantidade de pesquisas permite avaliar se algum produto está ‘na moda’, se tem crescido nos últimos tempos ou se seu período de maior procura já acabou. Quando o volume de pesquisas é significativo, o Google oferece até uma previsão para os períodos futuros. Outra coisa interessante do Trends é que dá pra avaliar a quantidade de pesquisas por região (já que há muitos produtos que só fazem sucesso em determinados lugares).

Como a gente viu lá na primeira imagem, as canecas são o item desse grupo que mais apresenta pesquisas (ou seja: grandes chances de as pessoas, realmente, estarem precisando de canecas). Outro lugar que oferece dados bem aproximados de volume de pesquisa é a Ferramenta de Palavras-chave do Google Adwords. Para usar essa ferramenta, você deve ter uma conta no Adwords (mas é de graça e bem rápido de fazer). Lá, você pode pesquisar as palavras-chave e ver quais têm maior número de pesquisas. Além disso, dá pra ver se a concorrência nos anúncios do Google é alta ou baixa – e a partir daí, você também tem uma ideia de como está o mercado para o produto que você quer vender.

Quando você pesquisa pela palavra-chave, aparece detalhadamente o volume de pesquisas dela. Clicando em “Ideias de palavras-chave”, você vê várias palavras relacionadas e o volume de pesquisas delas, o que ajuda a adequar bem seu nicho (por exemplo, investir em ‘canecas personalizadas’, que tem muita procura, ao invés de vender só canecas prontas). Aqui, também dá pra segmentar a pesquisa por região, o que pode te ajudar a planejar questões de logística a partir da demanda de cada lugar para onde você pretende vender.

É possível fazer cálculos mais avançados e estimar, por exemplo, quanto dinheiro está no negócio de canecas na internet (multiplicando o volume de pesquisas pelo tíquete médio, o valor médio de cada caneca à venda na internet). Aí, você também pode calcular quanto teria que gastar em anúncios e ver se é viável vender o seu produto pelo preço que você quer.