comprar online |

Como você se sente quando compra pela internet

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Os quatro est\u00e1gios da compra, desde encontrar uma

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Os quatro est\u00e1gios da compra, desde encontrar uma barganha at\u00e9 receber a encomenda"]">Os quatro estágios da compra, desde encontrar uma barganha até receber a encomenda

Comprar pela internet é uma delícia. Resumimos essa experiência maravilhosa em quatro estágios (comprovados cientificamente por uma universidade britânica):

Fase 1. O Santo Graal

A dinâmica é quase sempre a mesma: é um dia normal, com os mesmos cliques de sempre, mas de repente alguma coisa pula na sua tela. Sim, tá escrito “DESCONTO”. “FRETE GRÁTIS”. “SÓ HOJE”. E você se vê olhando praquela action figure do Darth Vader com a qual você tem sonhado há meses. E tá mais barata.

E daí que é supérfluo”, você pensa. “A vida é curta demais pra não ir até o lado negro da força de vez em quando”. E quando vê, já colocou no carrinho. E, nessa hora, distinguem-se os homens dos meninões de calça curta. Porque carrinho é compromisso e, quando você foi até lá, desistir não é uma opção digna.

Fase 2. O salto sobre o precipício

Você. A tela do computador. Um carrinho de compras aberto.

Compro ou não?” “Ah, mas eu quero muito!” “Ah, mas tá caro!”. Muitas pessoas, nessa hora, deixam o computador um pouco de lado e vão espairecer, ver a chuva caindo, voltam para o divã etc. O ser humano depara-se com sua pequenez nessas decisões cotidianas – e percebe que o sentido da vida está mais na ação do que na intenção, e aí imprime aquele boleto, simplesmente porque sim.
Há muitas pessoas que hesitam depois de fechar a compra e antes de pagá-la. Outra pesquisa (extremamente científica) confirmou que níveis de álcool na corrente sanguínea acima de 0,3mg/l aumentam em 67% as chances de fazer o pagamento de uma compra on-line. Isso quer dizer que, às vezes, a coragem surge só quando você fica bêbado e com o julgamento alterado (mas aí, surge mesmo).

Fase 3. Transtorno de Ansiedade Generalizada (CID-10/F41.1)

Fechou. E agora?
Agora começa o maior calvário da pós-modernidade! Boatos que o CID-10 (um catálogo com o nome e o código de todos os transtornos mentais, pra ter certeza de que estamos falando da mesma loucura) vai incluir, em breve, o Transtorno de Ansiedade por Espera de Encomenda – e tem muita gente que vai gravar numa plaquinha e pendurar no pescoço, pra facilitar o atendimento em caso de surto.
Porque os dois, três (sete, quarenta e cinco) dias que separam a compra da sua chegada fazem com que as pessoas esqueçam tudo o que as definia como seres humanos e passem a agir como seres irracionais.
QUEM É QUE AGUENTA, né minha gente?! Drones da Amazon, entrega imediata já!! Nem que esse drone tenha que atingir as pessoas na cabeça com a encomenda (mesmo em lugares improváveis).

Descrição

Fase 4. O cobertor dos bombeiros

Depois que a cena de maior clímax do filme passa (no caso da compra, o seu surto), quando tudo o que podia explodir já explodiu e rola aquele fade-out, você sabe que é hora de relaxar os músculos e se ajeitar de novo na cadeira do cinema, porque tudo está acabando. A próxima cena vai trazer sirenes, luzes piscando e bombeiros correndo pra lá e pra cá. A mocinha vai estar enrolada num cobertor, tomando um chá quente e a promessa de uma vida boa volta a ser uma certeza. É mais ou menos assim quando sua encomenda chega.
O rapaz da entrega não entende direito por que você está tão empolgado. Ninguém entende direito por que você está tão feliz. Mas os dois, três minutos que separam a chegada da encomenda e você abrindo o pacote com todo cuidado (ou não) são o mais perto que podemos chegar do sentido da vida naquele momento.
E ainda tem um plástico bolha pra ficar estourando depois.