como aparecer nas buscas |

Como fazer sua loja aparecer bem nas buscas usando conteúdo indexável

SEO não é magia – é tecnologia! Utilize as palavras-chave a seu favor Os mecanismos de busca (como o Google, Bing, Ask etc.) são responsáveis por varrer a interwebs procurando coisas que atendam (ou

Keslen Deléo

Keslen Deléo

SEO não é magia – é tecnologia! Utilize as palavras-chave a seu favor

Os mecanismos de busca (como o Google, Bing, Ask etc.) são responsáveis por varrer a interwebs procurando coisas que atendam (ou pareçam úteis) às pesquisas das pessoas. Só que eles nem sempre são ultra sabidões e podem ser um pouco limitados nessa interpretação das páginas da web.

Portanto, quando você quer chegar até as pessoas que estão procurando seu produto ou serviço através dos mecanismos de busca, precisa colaborar e dar uma ajudinha a esses mecanismos. E isso é algo em que você deve pensar enquanto ainda está montando sua página, porque tem várias coisas que são bem estruturais e fazem diferença depois, para te levar ao topo das paradas de sucesso busca na internet.

O que é conteúdo indexável?

Já falamos por aqui que os buscadores contam com crawlers, que fuçam o código das páginas para descobrir conteúdo e armazená-lo (assim, quando alguém fizer uma busca que tenha relação com esse conteúdo, eles podem apontar para a página de onde ele veio). Só que eles são meio burrinhos não conseguem interpretar todos os códigos e todas as informações das páginas – e é por isso que a gente diz que nem todo conteúdo é indexável.

O formato de texto HTML costuma ser o mais indexável, e a dica aqui é que todas as informações essenciais da sua página estejam, portanto, em HTML. Na sua loja da minestore, por exemplo, tudo o que você escreve pode ser armazenado pelo mecanismo de busca – descrições de produtos, sobre, contato etc.). Imagens, Flash e textos inseridos com JavaScript não são indexáveis (e fica aí a dica para quando você encarregar alguém de fazer uma página na web para você). Há alguns métodos para inserir, em imagens/Java/Flash, o conteúdo que os mecanismos de busca reconheçam, mas eles são um pouco mais avançados e sua eficácia não é 100% garantida.

Isso significa, também, que todo texto escrito sobre imagens (como os banners da sua loja, por exemplo) não aparece nas buscas. Por isso, é importante que toda a informação que você quer que as pessoas saibam sobre sua loja – o que você vende, por que sua loja é diferente das outras etc. – não esteja  nas imagens.

Utilizando palavras-chave para tornar sua loja mais ‘localizável’

Um fato sobre mecanismos de busca, como o Google, é que eles adoram coletar e interpretar dados. Nessa onda, eles foram legais ao disponibilizar informações preciosas sobre o comportamento de quem pesquisa na internet para ajudar a planejar os anúncios do AdWords.

É possível descobrir que termos e palavras-chave são mais pesquisados no Google através da ferramenta de palavras-chave do Adwords. Lá, você pode procurar novas palavras-chave ou ampliar as listas de palavras e obter novas ideias – às vezes, termos que você nem pensava em utilizar podem ser mais úteis e baratos para divulgar sua loja virtual online. Você encontra o Planejador de Palavras-chave no menu principal do Adwords, logo que faz login, ao clicar em ‘Ferramentas’. Aí, abre uma página parecida com essa e clica em ‘Procurar novas palavras-chave utilizando uma frase, um website ou uma categoria’.

Planejador de palavras-chave1
Aí, basta colocar o produto que você vende em sua loja virtual – pode preencher mais coisas ali, mas não é obrigatório (e você consegue alterar tudo depois facilmente) – e clica em ‘Obter ideias’. Então, é apresentado aos resultados das pesquisas para a palavra-chave que escolheu, numa tela como essa aqui:

Ferramenta de Palavras-chave2
Em uma rápida olhada, já dá pra perceber bastante coisas sobre nossa busca pela palavra-chave ‘regata machão‘. Olhando o gráfico em azul, com a média de pesquisas mensais, chegamos à conclusão de que nos meses entre outubro e janeiro – verão no Brasil – dobra o número de buscas por essas regatas mais cavadas, e aí já dá pra pensar em alguma ação promocional especial para essa época (ou, se você está querendo abrir um negócio de regatas, tem mais ideia de quais períodos trazem mais movimento). Clicando em ‘Ideias de palavras-chave’, logo abaixo do gráfico, você vê uma lista de outros termos chave que são próximos do que foi pesquisado:

Ferramenta de palavras-chave3
Aqui, uma infinidade de palavras pesquisadas no Google – com a quantidade média de pesquisas mensais para cada uma delas – ajuda a determinar que termos você pode incluir nas descrições da sua loja virtual e dos produtos. Procure utilizar palavras-chave que sejam mais procuradas ou, se você descobrir que existe uma quantidade de pesquisas considerável para o termo que descreve exatamente o que você vende em sua loja virtual, aposte nisso também.

Lembrando que: na coluna à esquerda dos resultados da busca, você pode segmentar de várias maneiras a busca pela palavra-chave perfeita. Os critérios de segmentação mais importantes estão no topo da lista: *Localização *(importante para descobrir para que lugares você poderia oferecer frete grátis, por exemplo); IdiomasGoogle/Google e parceiros de pesquisa; e Palavras-chave negativas, em que você pode escolher termos que quer ignorar na busca pelas palavras-chave. Para quem quer saber mais, o Google disponibiliza um artigo sobre como utilizar o Planejador de palavras-chave neste link.

Fonte