nota fiscal |

Como emitir nota fiscal no seu e-commerce

Esse comprovante é obrigatório para você e o cliente. Saiba o que fazer para regularizar a emissão das suas notas!

Redação

Redação

A nota fiscal é a principal garantia de compra para o cliente e, para o empreendedor, é um recibo obrigatório, que serve para o recolhimento dos impostos. Além da plataforma de emissão de Nota Fiscal Eletrônica do governo (que será descontinuada a partir de janeiro de 2017), existem diversas ferramentas gratuitas e pagas que trazem praticidade para o seu negócio, integram o sistema e facilitação o envio desse comprovante.

Por que devo emitir Nota Fiscal no e-commerce?

Além de ser um registro obrigatório, a NF em formato eletrônico é uma forma de evitar a sonegação de impostos (um crime que pode acarretar consequências graves para o e-commerce), reduzir custos de impressão, armazenagem de documentos e otimizar as vendas. Ela também é prática para consumidores e para contadores, que podem gerenciar melhor os documentos, facilitar os serviços e melhorar a organização fiscal da sua loja.

Que programa de emissão de notas devo escolher?

Entre as opções pagas e gratuitas existe, na maioria das vezes, uma modificação na quantidade de notas que podem ser emitidas ou restrições de funcionalidades. Os mais famosos entre os e-commerces são o ContaAzul, oBling, o NFeMais e oE-gestor. Todos esses programas oferecem integração com os sistemas de controle da sua loja e variam seus planos de acordo com as necessidades do empresário, o que os torna acessíveis para qualquer tipo de empresa.

O que preciso para emitir as minhas notas fiscais?

O primeiro passo é obter o seu certificado digital. Esse documento, que fica instalado no computador como uma espécie de software, funciona como assinatura eletrônica que carrega o CNPJ, a razão social, dados que confirmam a identidade da marca e o tipo de serviço prestado. O selo deve ser feito por agências credenciadas, que você encontra no site da Receita Federal.

Depois, é preciso fazer o cadastro na Secretaria da Fazenda, um processo que funciona de forma diferente em cada estado, mas é imprescindível para emitir a Nota Fiscal. Se o cadastro for feito online, o site já habilita os testes de integração com as ferramentas de emissão de NF-e, credenciamento e emissão imediata de recibos. Para saber qual é o procedimento correto, acesse o site da Secretaria da Fazenda do seu estado. Com tudo regularizado, basta escolher o programa que se adequa melhor às necessidades da sua empresa e começar a organizar a entrada e saída de produtos ou prestação de serviços.

Com a emissão de notas fiscais e as diferentes plataformas, você integra os sistemas de gestão e controla melhor as finanças, estoques, pedidos e cuide bem do seu fluxo de caixa.

Qual é a sua plataforma de emissão de NF-e? Deixe um comentário aqui no blog!