abrir meu próprio negócio |

Boas ideias e pouca grana? Crowdfunding pode ser a solução

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Como usar o financiamento coletivo para come\u00e7ar um

Keslen Deléo

Keslen Deléo

<span data-sheets-userformat="[null,null,769,[null,0],null,null,null,null,null,null,null,1,0]" data-sheets-value="[null,2,"Como usar o financiamento coletivo para come\u00e7ar um novo neg\u00f3cio"]">Como usar o financiamento coletivo para começar um novo negócio

Às vezes, você tem uma ideia ótima de um produto – normalmente um daqueles que resolve um problemão –, mas o projeto para fazer esse produto existir acaba tomando proporções além do que você consegue financiar.

Nessa hora, a maioria das pessoas desiste por não saber como levantar todo o dinheiro necessário. Mas uma das soluções possíveis nesse tipo de impasse é construir um projeto bem sólido e correr com ele para uma plataforma de financiamento coletivo. Lá, se o produto cair no gosto das pessoas, é possível viabilizar a produção da coisa toda e começar seu negócio!

Um dos casos mais famosos de financiamento de produto foi o Pebble, um relógio que, conectado a um smartphone, mostra alertas de mensagem, email e redes sociais, e pode ainda funcionar como um controle remoto para o celular e câmeras como a GoPro. O projeto foi colocado no Kickstarter e conseguiu arrecadar muito mais dinheiro que o estipulado. Dessa forma, eles conseguiram não só validar (totalmente) que haveria mercado para esse produto, como também viabilizaram toda a produção (com folga).

Aqui no Brasil, os empreendedores também estão usando o crowdfunding pra viabilizar projetos legais. Um dos que mais chamou a atenção foi o da Ballerini, de que falamos por aqui.

O segredo para conseguir viabilizar seu produto é, além de uma boa ideia, um projeto bem claro e detalhado e recompensas legais. E, mesmo que seu produto não tenha um custo de produção tão alto, vale usar a plataforma de financiamento para verificar se há demanda para ele. Você pode dar uma olhada nos projetos e se inspirar em algumas plataformas famosas, como o Kickstarter (em inglês) e o Catarse (em português).