como contar histórias |

As pessoas querem ouvir a história da sua marca!

Como vender mais contando quem você é e de onde veio As pessoas se relacionam com marcas a partir das histórias que essas marcas contam. Se você tem uma marca – e uma loja

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Como vender mais contando quem você é e de onde veio

As pessoas se relacionam com marcas a partir das histórias que essas marcas contam. Se você tem uma marca – e uma loja virtual –, é bem provável que os outros queiram saber de onde ela surgiu, e por que. Mais do que isso, as pessoas querem conhecer você: prepare-se, então, para contar várias histórias.

Brian Hardwick, nesse artigo da Inc., dá algumas dicas para você virar um contador de histórias. Separamos cinco delas para te inspirar:

**1. Fale abertamente sobre seu passado: **Uma boa história não é exatamente uma narração do seu perfil do LinkedIn. Quando você conta uma história, deve pensar em coisas que as pessoas não descobririam com uma pesquisa no Google. O Mark Zuckerberg, por exemplo, programou um serviço de mensagens instantâneas para seu pai quando tinha só 12 anos. Compartilhar esse tipo de informação faz com que as pessoas se identifiquem com você.

2. Encontre coisas em comum: Pense em como sua história pode se conectar à das pessoas com quem você está compartilhando essas informações. Boas histórias ressoam. Um dos exemplos que Hardwick dá é o daqueles momentos em que as pessoas estão numa encruzilhada e precisam tomar decisões importantes. Todo mundo já passou por isso: contando essa parte, você faz sua história se tornar a história de todo mundo.

3. Conte sua história para todo mundo: Não espere pra contar sua história só quando o New York Times quiser te entrevistar. Principalmente com seu negócio, é importante contar sua história para todo mundo: colegas, parceiros, clientes etc.

4. Seja objetivo e direto: As pessoas amam ouvir histórias. Mas ninguém vai ficar mil e uma noites ouvindo você falar do começo do seu negócio. Seja bem objetivo e tenha uma versão da sua história que você possa contar em 5 ou 10 minutos.

5. Não precisa ter vergonha! Quando você começa um negócio, as pessoas ficarão curiosas sobre a sua vida. Vão querer saber o que te inspirou e como você trilhou esse caminho (que muitas delas também devem estar querendo trilhar). Lembre-se, nessa hora, que você é parte de sua marca. E, provavelmente, é bem por isso que sua marca é especial e única.