Negócio |

5 motivos para você acompanhar os relatórios do seu e-commerce

Acompanhar os relatórios da sua loja virtual é uma ação que faz diferença nas vendas. Entenda no post porque é tão importante estar de olho nessas métricas.

Redação

Redação

Acompanhar os resultados da sua loja virtual é parte fundamental para entender o progresso do seu negócio e planejar os passos futuros para que sua marca cresça.

É claro que no dia a dia você sabe dizer sem pensar muito - e sem precisar checar os dados dos relatórios - se seu negócio está indo bem ou não. Mas, para que a sua loja virtual dê certo, é preciso analisar muito além disso.

Continue lendo o post que preparamos sobre o tema, para entender porque você deve acompanhar os relatórios e quais vantagens para o seu negócio essa atenção pode trazer:

1. Analisar os acessos e taxa de conversão

Sua loja só vai conquistar vendas se as pessoas chegarem até ela, certo?
Por esse motivo é fundamental que você acompanhe os relatórios do seu e-commerce sobre o número de acessos à sua loja virtual, bem como o comparativo entre os meses - assim você consegue checar se o número de acessos está diminuindo, estabilizado ou crescendo.

Fica mais fácil acompanhar também, por exemplo, se o número de acessos aumentou em determinado período e avaliar se ações realizadas para a atração de novos visitantes funcionaram - como parceria com outras marcas ou campanhas de marketing e vendas.

Dados como taxa de conversão (ou seja, a relação entre número de acessos e número de vendas) também são muito importante para auxiliar na análise do seu negócio. Se a taxa de conversão for muito baixa, isso pode indicar que você não está atraindo o público certo ou talvez que precisa fazer ajustes no site, produtos ou valores.

Você também pode se interessar: 5 formas de melhorar os resultados da sua loja virtual

2. Acompanhar as vendas

Dizer que é preciso acompanhar os relatórios de vendas do seu e-commerce pode parecer bastante óbvio. Mas será que você de fato explora tudo o que esses dados podem oferecer?

Além de verificar dados de faturamento, número total de pedidos, valor do ticket médio das compras na sua loja, você também deve ficar de olho em quais produtos têm mais procura e quais têm melhor índice de vendas - essa é uma oportunidade de identificar, por exemplo, se um produto tem grande acesso, mas não tem conversões.

Esse tipo de relatório também permite acompanhar demandas e sazonalidades do mercado e entender uma maior ou menor procura de produtos específicos, questões que auxiliam no controle de estoque.

Fique ligado também nos pedidos que foram cancelados, para entender os motivos de cancelamento e propor melhorias a partir deles ou mesmo criar ações para tentar recuperá-los.

3. Entender seu público

Esse é um pontos mais importantes que os relatórios do seu e-commerce podem te trazer.

Muitas empresas, mesmo de grande porte e com mais tempo de mercado, por vezes têm dificuldade para entender as características do principal perfil de consumidor da marca. Outras deixam de enxergar oportunidades de explorar novos públicos.

Com os gatilhos certos, você pode analisar informações como gênero, idade, meio de pagamento de preferência, localização geográfica, frequência de compra, entre outros dados de quem consome na sua loja virtual. Se a plataforma que você utiliza não possibilita a extração de todos os dados e histórico por cliente, verificar uma amostra já pode ser bastante interessante.

Estar ciente desse conjunto de dados, além de ajudar a desenhar o público, possibilita entender as necessidades do seu cliente, criar campanhas de divulgação personalizadas e mais assertivas e até o desenvolvimento de novos produtos.

4. Controlar o estoque

Fazer o controle de estoque de forma automatizada é muito mais simples e garante dados mais apurados do que fazer o controle manual ou com relatórios externos - mesmo que seu negócio seja de pequeno porte ou esteja apenas iniciando.

Um relatório de visão geral do estoque também pode oferecer insights interessantes sobre as movimentações da sua loja - por exemplo, indicar um produto ou uma categoria de produtos que têm grande saída em pouco tempo. Esse tipo de informação pode te ajudar na negociação com o fornecedor deste produto.

Também possibilita enxergar de forma prática se algum produto está com pouca saída - o que pode gerar ideias de melhor aproveitamento desse estoque, a retirada desse produto do seu e-commerce ou a criação de uma campanha de marketing direcionada para estimular as vendas deste item.

5. Analisar campanhas de marketing

Nós sabemos como pode ser desafiador acertar numa campanha de marketing voltada para o seu e-commerce, principalmente se você está no começo do negócio e se ainda não tem muita prática ou conhecimento em marketing.

Independente do valor investido e do porte da sua loja virtual, defina objetivos com as campanhas (aumentar número de acessos, aumentar as vendas de um produto específico, divulgar um lançamento, estimular vendas com o compartilhamento de um cupom de desconto), faça ajustes durante a campanha, acompanhe se esses objetivos foram alcançados durante o período em que a campanha esteve no ar e trace melhorias para as próximas ações.

Se o seu orçamento para esse tipo de ação é mais limitado, essa análise do que trouxe ou não resultados é ainda mais importante.

Leia também: Ideias de promoções imperdíveis para aplicar na sua loja virtual

Faça integração com outras ferramentas de relatórios

Além de relatórios gerados pela própria plataforma que você utiliza para o seu e-commerce, a integração com outras ferramentas também é muito interessante.

Uma dessas ferramentas é o Google Analytics, que possui gama de relatório especialmente pensada para empreendedores de e-commerce e que monitora dados ainda mais detalhados sobre acessos, conversão, tempo de permanência dos visitantes em cada página, horário e dias da semana com melhor índice de acessos, entre outros.

Verifique se a plataforma que você utiliza oferece essa e outras integrações que são importantes para acompanhar o desempenho do seu e-commerce.

E você, em quais dados do seu e-commerce sempre está de olho para ter insights sobre o seu negócio? Compartilhe aqui nos comentários!