|

5 dicas para donos de e-commerce que querem trabalhar com influenciadores

Trabalhar com influenciadores digitais pode trazer um ótimo retorno financeiro para a sua marca Uma coisa é fato: a forma como os produtos são comunicados para o consumidor final mudou. Se no passado

Keslen Deléo

Keslen Deléo

Trabalhar com influenciadores digitais pode trazer um ótimo retorno financeiro para a sua marca

Uma coisa é fato: a forma como os produtos são comunicados para o consumidor final mudou. Se no passado o empresário precisava fazer grandes investimentos para que a sua marca chegasse até o público final (com a ajuda de outdoors, anúncios em revistas e jornais, etc), hoje pode garantir publicidade e mídia espontânea apenas contando com um pequeno time dedicado.

A forma de fazer publicidade e marketing mudou porque as formas de se comunicar também estão diferentes. Antigamente, apenas um pequeno grupo tinha o poder de transmitir uma mensagem. Hoje, com a democratização da internet, qualquer pessoa tem essa possibilidade.

Mesmo com tanta gente tendo liberdade para falar, algumas opiniões acabam valendo mais do que outras. Certas pessoas (por motivos diversos) acabam se destacando em meio a essa multidão e tornam-se influenciadoras. O que elas dizem é levado em consideração e pode até acabar virando tendência.

Esses influenciadores digitais têm blogs, redes sociais e canais no Youtube repletos de seguidores esperando para que eles falem qual será a próxima novidade. No momento em que eles levantam um questionamento, pessoas interagem. Ao fazerem uma crítica, os seguidores os apoiam. Ao sugerirem um produto… bem… as pessoas compram!
Sabendo disso, muitas empresas começaram a direcionar os seus investimentos de mídia para esses canais.

O seu e-commerce também pode fazer trabalhos utilizando essa rede de influenciadores digitais. Para aprender o básico sobre o assunto, confira as nossas dicas a seguir.

1- Observe quais são os influenciadores adequados
Pode ser que você ame uma determinada blogueira e tenha muito interesse em aparecer nos seus canais de comunicação. Porém, para que isso realmente funcione, você deve parar e pensar se o estilo dela tem relação com o produto que você vende.
Se o seu produto não estiver alinhado com o perfil desse influenciador, dificilmente ele vai citar a sua marca em seus canais, mesmo que você pague por isso.

2- Nem tudo que é anunciado é pago
Grande parte dos influenciadores cobra para falar sobre um determinado produto em seus canais. Independente disso, eles só vão citar os itens que realmente curtem (afinal de contas, ninguém quer manchar a reputação fazendo uma parceria furada, né?!).
Porém, nem todos os produtos citados nos canais das pessoas famosas na internet são publicidade, os chamados publiposts. Se você não tem dindin para investir em um post mais elaborado, mas mesmo assim deseja ser citado em algum canal dessa pessoa, não desanime. Se eles realmente curtirem o produto que você vende, podem fazer uma mídia expontânea para o seu e-commerce.

3- E como fazer isso?
Para aumentar as chances dos influenciadores citarem o seu produto, preste atenção em alguns detalhes. O primeiro deles nós já comentamos, que é justamente ver se a pessoa está alinhada à sua marca.
O segundo é tomar muito cuidado com a apresentação dos produtos. Leve em consideração que essas pessoas recebem muitas coisas todos os dias. Para que a sua marca se destaque é preciso caprichar. Escreva um bilhetinho, tenha cuidado na hora de fazer a embalagem e mandar o produto pelo correio. Demonstre para a pessoa que você realmente se empenhou em encaminhar um produto bacana.

4- Tenho dinheiro para investir num post pago
Agora, se o seu e-commerce tem budget para investir em um publipost a história já muda. A chance de você sair no canal que deseja é muito maior, e o esforço que você precisa gastar para isso é reduzido consideravelmente.
Para não fazer um investimento furado (acabar pagando caro para uma publicação que não traz retorno), preste atenção no seguinte:
– Faça uma lista das pessoas que mais têm relação com a sua marca
– Analise como os seguidores desse influenciador reagem (quantas interações a pessoa tem, o tipo de comentário que ela recebe, etc.)
– Analise o media kit desse influenciador e veja se o preço que ele cobra realmente faz sentido com a sua quantidade de seguidores e a sua popularidade
– Escolha um produto bem bacana do seu e-commerce e procure criar uma postagem a quatro mãos (é importante que o material divulgado tenha a cara da pessoa que publica. Só assim os seguidores vão se engajar com a publicação)
– Peça para que o influenciador comunique de alguma maneira que a informação que está sendo divulgada é paga (a sua marca pode se queimar pra sempre se você fizer um post pago e não avisar o consumidor. O nome disso é propaganda velada, atitude condenada pelo Conar)

5- Mensure!
Depois que você fizer esse trabalho com os influenciadores, não esqueça de mensurar se esse investimento trouxe resultados em vendas.