dicas de e-commerce |

10 dicas para o seu e-commerce de semijoias

Quer deixar a sua loja de semijoias ainda mais interessante e conquistar novos clientes? Confira esse post!

Redação

Redação

Quem vende semijoias tem uma grande oportunidade nas mãos: as lojas de acessórios fazem parte de um segmento em crescimento constante, que já é um dos líderes em vendas e representa grande parte dos produtos comercializados virtualmente.

Além disso, esses produtos permitem uma logística de envio mais simples, fretes com valores menores (já que são, geralmente, pequenos) e podem ser vendidos em qualquer época ou ocasião, sem nunca sair de moda. Está pensando em entrar nesse negócio ou quer otimizar sua loja? A gente listou algumas dicas para o seu e-commerce de semijoias crescer ainda mais. Olha só:

1. Mostre seu diferencial

O que faz seus brincos ou pulseiras serem únicos? Pense nisso e invista em linhas de produtos temáticas, crie descrições com a personalidade da marca, ofereça opções de uso e algum outro tipo de benefício. Isso vai ajudar sua loja a se destacar entre outros e-commerces concorrentes.

2. Organize seus produtos

Você pode organizar seu e-commerce em coleções, linhas temáticas ou tipo de produto — depende do que você quiser mostrar aos clientes! O importante é que cada área da sua loja esteja organizada e quem acessar possa encontrar o que procura de um jeito fácil.

3. Estude seus clientes

A melhor maneira de fazer a sua loja crescer é entendendo o que seus clientes querem ou esperam na hora de comprar produtos pela internet. Faça uma pesquisa de mercado, converse com os potenciais consumidores e descubra quais são os benefícios ou diferenciais que a sua loja pode oferecer.

4. Conheça as tendências

Quem trabalha com moda e acessórios precisa estar sempre ligado nas tendências desse universo. Saiba quais são os formatos, pedras, estilos e principais características de cada temporada ou coleção – isso vai ajudar você na produção das peças, melhorar as vendas e destacar a sua loja.

5. Capriche nas fotos

Elas são importantíssimas para destacar os seus produtos. Tire fotos com boa iluminação, fundos neutros, em diferentes ângulos e tente valorizar ao máximo cada detalhe. Uma ideia interessante é adicionar uma foto que exemplifique ocasiões de uso ou mostre quais são outras peças e produtos que combinam com aquela joia.

6. Descreva bem o produto

Você pode dar nomes criativos para os seus produtos ou ter uma linha inspirada em algum tema especial. Mas, na hora de descrevê-los, lembre-se de utilizar palavras-chave adequadas, que facilitem a busca – termos como “brincos de prata”, por exemplo, são indispensáveis para que as pessoas encontrem o que querem dentro da sua loja. Além disso, fale bastante sobre o seu produto nas descrições: dê especificações de material, tamanho, formato e outras características que vão fazer o consumidor conhecer melhor o que você vende.

7. Crie uma experiência de compra na entrega

A primeira impressão é tudo! Invista em embalagens com formatos diferenciados, etiquetas ou brindes simples, mas visualmente bonitos, e materiais reutilizáveis – já pensou em enviar uma caixa super personalizada com o tema do produto ou que possa ser usada como porta-joias depois? Na entrega, é importante que o cliente fique maravilhado, indique aos amigos e compre mais vezes na sua loja.

8. Tenha um atendimento de primeira

Comprar joias ou semijoias costuma ser um investimento mais caro do que outras compras feitas na internet. Por isso, é importante que você esteja sempre pronto para responder perguntas, seja profissional na hora de conversar e deixe o cliente seguro para finalizar o pedido. Uma boa experiência de compra deve ser criada em todas as etapas, então, tenha sempre um bom relacionamento para ganhar credibilidade no mercado.

9. Invista no remarketing

O consumidor viu o produto na sua loja, mas não decidiu ainda se vai comprá-lo. Nessa hora, você pode testar as ferramentas de remarketing (já falamos delas aqui no blog!) para que o internauta seja impactado por anúncios do produto, fique com a marca em mente e decida fechar negócio.

10. Use as redes sociais a seu favor

O Facebook é fundamental para compartilhar novidades e informações, mas quem trabalha com acessórios também pode investir nas plataformas de compartilhamento de imagem, como o Pinterest e o Instagram. Essas redes ajudam você a mostrar melhor o que está vendendo, explorar formas de uso do seu produto e até mesmo se inspirar para criar novas coleções.

Você tem alguma outra dica que funciona para a sua loja? Compartilhe com a gente!